Consultoria Técnica

Simulação ou Estudo de Transiente Hidráulico

Denomina-se golpe de ariete ao choque violento que se produz sobre as paredes de um conduto forçado quando o movimento do líquido é modificado bruscamente. Em outras palavras, é a sobrepressão que as canalizações recebem quando, por exemplo, se fecha um registro, interrompendo-se o escoamento.
No caso de fechamento rápido de um registro, por exemplo, a massa líquida em movimento poderá gerar pressões nas paredes das tubulações muito superiores das iniciais.
O golpe de ariete é comum em canalizações com manobras de fechamento e também em linhas de recalques, tendo como principais causadores o fechamento de válvulas, interrupção de energia, etc.
O golpe de ariete é “combatido”, na prática, por várias medidas:

  • Limitação da velocidade nos encanamentos;
  • Fechamento lento de válvulas ou registros, construção de peças que não permitam a obstrução muito rápida;
  • Emprego de válvulas ou dispositivos mecânicos especiais,  válvulas Blondelet, por exemplo, cujas descargas impedem valores excessivos da pressão;
  • Fabricação de tubos com espessura acrescida, tendo em vista a sobrepressão admitida;
  • Construção de chaminés de equilíbrio ou tubos piezométricos capazes de absorver os golpes, permitindo a oscilação da água;
  • Instalação de câmaras de ar comprimido que proporcionam o amortecimento dos golpes.